Notícia

Unitel realiza última sessão de Literatura Africana para 292 crianças

A última Sessão de Leitura e Literatura Africana do Clube da Criança, realizada no dia 06 de Novembro, contou com a participação de 292 petizes das Províncias de Luanda e Huíla.

Com um total de 53 actividades realizadas, as Sessões de Leitura tiveram o apoio dos Voluntários UNITEL e padrinhos da iniciativa: Mauro Saraiva, Benilda Afonso; Maria Nogueira; Moisés Cardoso, Isabelle Marquez, Fábia Adão, Elke Correia e Agostinha Santos, que proporcionaram às crianças uma viagem pelo mundo encantado.

As histórias “O espelho Mágico”, “A lebre e a tartaruga”, “Caracóis Dourados”, “A Gansa dos Ovos Dourados”, “Os Viajantes e o Urso”, “ O Pedrito Coelho”, “A história das chuvas” e “A Girafa que Comia Estrelas”, trouxeram várias reflexões e debates.

Na ocasião, os pequenos, que apesar de tristes pelo encerramento das atividades, agradeceram o trabalho dos padrinhos.

“O nosso fim de semana já não será o mesmo, sem as histórias”, disse Felícia Cristóvão, de 13 anos.

“Cada história trouxe um enredo diferente e um aprendizado novo”, salientou Júlia Gerônimo, de 15 anos.

Com um total de 45 actividades ministradas por Filipe Vidal, Historiador, Pedagogo e Mestre em Antropologia, as Sessões de Literatura Africana, permitiram aos adolescentes aprofundar os seus conhecimentos sobre a história do mundo, em particular de África.

Os temas abordados foram: “A Origem da escrita no mundo”, “A Origem da Escrita em África”, “África enquanto berço da civilização da escrita através do Kemet e da Núbia”, “A tradição Oral em África como forma de escrita e cultura”, “A Importância do livro e da escrita no mundo para a conservação da história e do conhecimento”, “Os grandes escritores Africanos na Idade média através da Universidade de Tumbuku” e “A literatura como forma de luta nas independências africanas”.

O momento reservado para as perguntas e respostas, foi substituído por um resumo de todos os temas apresentados e partilha de opiniões sobre as aulas.

“Aprendemos muito com o Professor Filipe, foi um verdadeiro mestre”, referiu Domingos Adão, de 14 anos.

“Os conhecimentos que adquirimos têm sido muito importantes para o nosso desempenho na escola”, afirmou Moises Celestino, de 16 anos.

As Sessões de Leitura e Literatura Africana, são iniciativas de Responsabilidade Corporativa da UNITEL, com o propósito de elevar o conhecimento, melhorar a compreensão oral e escrita, além de promover o sentido crítico e reflexivo das crianças.

A UNITEL é o Futuro!