Notícia

A Minha História na UNITEL – Tânia Amaro

Conhece Tânia Amaro, Gestora de Planeamento de Redes.

Licenciada em Engenharia Informática pela Universidade Gregório Semedo, sempre gostou de números e desafios que sugerem o raciocínio lógico.

Ao entrar para a UNITEL em 2007, inicialmente como Assistente de Loja, encontrou a oportunidade de trabalhar com o que sonhava.

 

Sou a Tânia Amaro. Professora, esposa e mãe de 3 filhos.

Sou Técnica Média de Matemática-Física pelo Instituto Medio Normal de Educação- (IMNE-Garcia Neto).

Sempre soube que o meu futuro estaria ligado a ciências exatas, tendo a matemática como paixão, decidi fazer uma licenciatura que não fugisse muito dessa realidade por isso optei pela Engenharia Informática na Universidade Gregório Semedo.

 

A minha história na UNITEL começou em Janeiro de 2007. Entrei como Assistente de Loja, enquadrada na Loja Rei Katyavala.

Nessa altura, conciliava o 2ª ano da Universidade com o trabalho. Foi um período desafiador, mas ao mesmo tempo de muito aprendizado.

Lembro que os meus pais reprovaram a ideia de ser estudante-trabalhadora pois receavam que me descuidasse dos estudos. Na época o meu pai disse “Tânia, atenção, não te precipites com o dinheiro de hoje, enquanto tens possibilidade de só estudar, porque mais relevante será o dinheiro de amanhã. Com conhecimento, serás mais valorizada e respeitada”.

E como sempre fui muito focada em encontrar soluções, apresentei aos meus pais um recurso que seria agradável para os dois lados, estudar durante o dia e trabalhar de noite. Então pedi transferência para a Loja do Bellas Shopping onde trabalhei durante 3 anos.

 

Aprendi muito com o trabalho em Loja. Fazia parte da linha da frente, dava o rosto para as várias situações que os Clientes apresentavam desde os constrangimentos na utilização do serviço de voz-sms-dados (saldo, chamadas mudas, falta de rede e outras) à demora no feedback do backoffice para algumas situações dos Clientes.

Tínhamos que gerir o Cliente agastado, mas como sempre estivemos orientados a colocar o Cliente em 1º lugar, com atendimento personalizado, contornávamos as situações e deixávamos o Cliente satisfeito de tal modo que se ouvia com regularidade o seguinte comentário “se a UNITEL não tivesse funcionários como vocês certamente já estaria falida, porque vocês são o coração da empresa e gerem com empatia as situações dos Clientes”.

 

Acredito que na vida temos vários propósitos, por isso algum tempo depois decidi pôr em prática as competências adquiridas no ensino médio e comecei a dar aulas de Matemática e de Educação Laboral no 1º e 2ª Ciclo, funções que desempenhei com zelo durante 6 anos.

 

Em 2010, candidatei-me a uma vaga interna na Direcção de Sistemas de Informação- DSI e passei a exercer a função de Técnica de Suporte ao Utilizador.

O meu principal desafio era garantir a gestão documental de todos os pedidos de suporte da empresa via Service Desk Plus da ManageEngine.

Trabalhar na customização da ferramenta do service desk plus, foi um processo árduo pois tínhamos que integrar as várias aplicações, para facilitar a identificação de utilizadores como ActiveDirect, Exchange entre outras.

No ano seguinte, fui destacada a Team Leader da Secção do Suporte ao Utilizador e consequentemente responsável pelo controlo funcional das Lojas em termos aplicacionais (SAP, CRM, GED, Print).

 

Em 2012, fui nomeada Gestora da Secção de Suporte ao Utilizador, função que desempenhei até junho de 2015.

No mês seguinte, por mobilidade natural, fruto de reestruturações na empresa, abracei outro desafio na Direcção de Core e Serviços- DCS, como Gestora de Planeamento de Redes, ou seja, responsável pela Interface entre as áreas de negócio e as áreas técnicas para todas as necessidades associadas à entrega de serviços empresariais ICT ao Cliente final, função que ocupo até hoje.

 

Considero o meu percurso desafiante pois passei por 3 Direções, trabalhei com várias equipas recebi atribuições díspares, mas também encontrei concordância no foco crucial que recai na satisfação do Cliente seja ele externo (na área comercial) ou interno (no suporte técnico) e agora ao Cliente empresarial com a entrega de soluções de conectividade às grandes, médias e pequenas empresas.

 

Trabalhei na customização da ferramenta de gestão de incidentes ServiceDeskPlus hoje utilizada por quase todas as áreas da empresa para o registo de pedidos diversos.

Fiz parte do projecto Lojas, planificando a necessidade e coordenação da instalação dos equipamentos IT necessários em mais de 50 Lojas duplas, no controlo diário do funcionamento IT das Lojas UNITEL a nível nacional, na gestão do parque informático da empresa além de participar na entrega de serviços de conectividade (VPN, Internet, Voz entre outros) para mais de 300 empresas.

Lidero uma equipa composta por 4 Técnicos. Para mim o bem-estar das pessoas que formam o meu team é a base para o sucesso do trabalho que fazemos.

Primo por uma liderança adaptável a situação, orientada para os resultados, mas também na satisfação da equipa, permitindo que as pessoas se superem diariamente.

Com satisfação digo que tenho uma equipa madura de alto nível técnico e comportamental, o que facilita na gestão dos processos e interacção com outras áreas,

Ao longo destes 15 anos de casa, tive com certeza vários momentos marcantes, mas há um que no momento certo me lembrou a necessidade de fazermos uma análise prévia antes de partirmos para acção.

Aconteceu em 2011 quando o DGA-T ficou sem acesso ao Portal do Colaborador, lembro-me que vários técnicos tentaram resolver tal limitação, mas sem sucesso. A situação já estava de tal modo desconfortável para a minha Gestora e a equipa, que me pus a pensar numa solução e depois me prontifiquei a resolver o problema. Na sala do DGA o mesmo disse-me, “mas você vai mesmo resolver? Já recebi alguns Técnicos, mas sem nenhuma solução,” referiu.

Limitei-me a pedir acesso ao seu PC e em menos de 3 minutos o problema estava resolvido.

Lembro-me que o DGA não acreditou quando indiquei que estava resolvido e ao testar apenas me perguntou “Afinal qual era a limitação? Era nada menos do que uma “incompatibilidade do browser”.

 

A UNITEL é isso uma empresa dinâmica que te obriga a pesquisar permanentemente e estar atendo as mudanças constantes do mundo à nossa volta e com um leque de oportunidades que sempre me propus a abraçar sem medo.

Enquanto membro desta grande família, vou continuar a fazer por merecer, a dar sempre o melhor.

 

Tânia Teixeira Amaro

Gestora de Planeamento de Redes Empresariais e Serviços

Direcção de Core e Serviços